Micromussa  

Micromussa

Micromussa lordhowensis era anteriormente conhecido como Acanthastrea lordhowensis e compartilha os mesmos requisitos de cuidados que a maioria dos Acanthastrea. 

Deve haver espaço entre esses corais e seus vizinhos, pois eles têm uma picada poderosa. 

Localização

Micromussa são encontrados em todo o Indo-Pacífico. Eles são encontrados em todas as ilhas do Indo-Pacífico, incluindo Fiji, Tonga, Ilhas Salomão e a Grande Barreira de Corais. Quase todos os Micromussa que temos aqui no Tidal Gardens são da Indonésia ou da Austrália.

Iluminação

Micromussa são muito sensíveis à luz. Até agora, tivemos sucesso em cultivá-los sob uma variedade de condições de iluminação, no entanto, é claro que qualquer mudança na luz resulta em diferenças dramáticas de cor nos próprios corais. Muitos corais adaptam sua cor às condições de iluminação fornecidas, no entanto, a extensão em que o Micromussa pode mudar o diferencia. É possível que eles passem de uma cor vermelha para amarela em menos de 24 horas.

Luz tenue

Luz Baixa 30 e 50 PARs por unidade de área

Luz média

A luz média está entre 50 - 150 PARs por unidade de área

Luz pesada

A luz intensa está acima de 150 PAR por unidade de área

Recomendamos iluminação mais baixa no inicio, normalmente a iluminação média é o recomendado a prazo. 

 Fluxo de água

Quanto ao fluxo e posicionamento, há algumas coisas que procuro. Micromussa não requer uma tonelada de fluxo, então procuro fornecer apenas o suficiente para que os detritos não se acumulem neles. Na maioria das vezes, os amadores colocam os Micros no fundo do tanque, por isso é importante que eles obtenham fluxo suficiente para mantê-los limpos. Por outro lado, acho que a alimentação é importante para a saúde a longo prazo, então, de preferência, o fluxo pode diminuir durante o tempo de alimentação para permitir que o coral pegue pedaços da coluna de água.

Alimentando

Micromussa pode ser alimentado com uma mistura de alimentos carnudos, como pedaços de krill ou camarão mysis. Eles são relativamente pequenos em tamanho, então pedaços maiores de comida não são adequados. Quando observo Micromussa seja lordhowensis ou amakusensis, procuro ver pólipos inflados muito gordos com tentáculos constantemente estendidos. Alimentamos um mix de camarões congelados aqui no Tidal Gardens. Nosso blend é bem básico, principalmente camarão mysis e krill com um pouco de rotíferos. Você também pode alimentar uma ração seca de coral de alta qualidade, mas tome cuidado para não alimentar demais alimentos secos de qualquer tipo, porque é possível queimar o coral se for alimentado demais de uma só vez. Uma marca em particular que conheço recomenda algo como um único pellet por pólipo, então, se você decidir seguir esse caminho, menos é mais.

Propagação

Em termos de propagação, o Micromussa foi fragmentado com sucesso, porém a reprodução assexuada desta forma é um processo lento. Apesar de sua aparência, eles são de crescimento relativamente lento. Isso é uma pena porque eles são um coral importado muito raramente e não são vistos à venda com muita frequência. Os esforços de propagação ajudariam muito no aumento da oferta de Micromus

Produtos
Existem 20 produtos.