A família dos Zoantídeos (Zoanthids)

Os Zoantídeos e Palitoas (Palythoa) são um grande grupo de corais famosos no hobby do aquarismo. É muito comum a criação dum jardim de zoanthus (zoanthus garde  / zoa garden) no aquário salgado.

É um coral fácil de manter e muito bonito de ver, existindo uma incrível gama de cores e padrões, tornaram-se muito populares tanto para iniciantes como para colecionadores de corais raros que procuram cores e padrões menos comuns. 

Existe o que parece infinitas variedades, com nomes interessantes: Zoanthus rasta, Zoanthus utter chaos, Zoanthus rainbow, Zoanthus blue hornet, Zoanthus LA lakers, etc....

Em termos de cuidado, tanto os zoantídeos quanto os palythoa são bastante fáceis de manter. Toleram uma ampla gama de intensidades de iluminação e condições da água. Uma vez fixos, o crescimento dos zoanthus é algo que os faz mais notáveis, pois costuma ser muito mais rápido que de outros corais de água salgada. 

Se o seu zoanthus não cresce, veja as dicas abaixo, temos nesta página algumas ideias base para a manutenção de zoanthus. 

Identificação

Não há consenso científico sobre a filogenia de Zoanthid e Palythoa. Em termos leigos, não se sabe ao certo onde terminam os zoantídeos e começam os Palythoa. O que antes eram 300 espécies identificadas foi reduzido para cerca de 50-60 nos últimos anos, dependendo dos critérios usados ​​para diferenciar os diferentes morfos. Há novos conhecimentos acerca da classificação devido a introdução de testes genéticos, mas para os objetivos da Aqauorinoco, focando-nos no hobby, escolhemos agrupar arbitrariamente indivíduos de pólipos maiores em Palythoa e espécimes de pólipos menores em zoantídeos.

Cuidados de manuseamento

Alguns zoantídeos e palythoa contêm uma poderosa neurotoxina chamada palitoxina no seu tecido, que pode ser extremamente prejudicial se entrar em contato com sua corrente sanguínea. Por prejudicial, queremos dizer mortal. Tenha cuidado especial ao manusear esses pólipos por esse motivo, especialmente se:

1) tiver cortes abertos nas mãos.

2) cortar os corais, irritando-os.

Recomendamos sempre o uso de luvas e mascara no manuseamento de zoanthus nestas circunstâncias. 

Veja abaixo mais dicas de cuidados para Zoas e Palys.

Localização

Encontrados em recifes de corais ao redor do mundo, esses pólipos são colhidos principalmente nas ilhas do Indopacífico, incluindo Fiji, Tonga, Ilhas Salomão e a Grande Barreira de Corais. Os Zoanthids e Palythoa têm uma incrível variedade de cores e padrões que os tornam um dos corais mais populares no aquário de recife.

Iluminação

Zoanthids e Palythoa não são tão exigentes quanto outros corais quando se trata de iluminação. Eles podem ser mantidos sob uma ampla variedade de tipos de iluminação e são tolerantes a condições de baixa e alta iluminação. No entanto, é sempre aconselhável aclimatar os recém-chegados em áreas com pouca luz, porque é muito mais provável que sejam danificados por superexposição do que morrer de fome por subexposição.

Luz fraca

A luz fraca é entre 30 - 50 PAR por unidade de área

Luz média

A luz média é entre 50 - 150 PAR por unidade de área

Luz intensa

A luz intensa é acima de 150 PAR por unidade de área

Fluxo de água

O movimento moderado a alto da água é recomendado. Zoas e Palys se beneficiam de fluxo suficiente para evitar que detritos se acumulem sobre eles.

Alimentação

Embora os pólipos zoantídeos e palythoa derivem grande parte de sua energia dos produtos de suas zooxantelas, eles têm a capacidade de capturar presas. Os Palythoa parecem se alimentar muito mais prontamente do que suas contrapartes Zoanthid. Recomendamos o uso de fitoplâncton em suspensão (eg: Easy Booster) como alimento para os Zoantídeos e Palitoas!

Produtos
Existem 14 produtos.